quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Se eu penso, escrevo. É a melhor neosaldina.
Para ser um psicólogo é preciso ser um sádico ou um ser humano com uma alma de anjo cheia de amor pela humanidade.
O absurdo é a lógica do fantástico.
No opúsculo da vida, o destino escreve novas histórias, mas não perde jamais, a essência do enredo.
Toda obra literária é oriunda de fragmentos de lembranças, que a alma armazena, racionaliza e sistematiza com um fundo de mistério e encantamento. Tudo esta dentro da alma do poeta, ou entrou, antes de ser exteriorizado.
Quando os cães apenas ladram atrás de você e não atacam é porque são vira-latas. Enquanto ladram, não mordem.
A vida não tem piedade ao ensinar o que deixamos de aprender de forma suave.
Pode-se voltar ao mesmo espaço do passado, mas não se pode retroceder o tempo, nem mesmo para pedir desculpas.
Eu diria que a atitude é oriunda de um objetivo. Primeiro é preciso ter um objetivo, depois se toma uma atitude e finalmente torna-se vencedor, se tiver perseverança para superar os desafios.
A inspiração deve ser uma energia que escancara as gavetas dos arquivos do subconsciente e abrem as páginas do diário secreto, oxidado pela ação corrosiva do tempo.
O estudo é fundamental como instrumento de expressão do talento. O talento é revelado pela genialidade; ambos, genialidade e talento, estruturam a inteligência.
O poeta é convicto de que não se deve, jamais, reprimir a inspiração da sua alma, temendo não agradar os leitores. Eles vão continuar na eterna exigência do impossível literário.
O impossível não existe, o que os gênios escrevem é o possível. A arte de escrever está em estruturar a trama de tal forma que o possível se confunda com o impossível.
No que se refere ao extravasamento da paixão, um estranho é mais confiável que um amigo.
A vida é um buraco profundo, cujas paredes, começamos a escalar no ventre materno. O medo desmedido é de escorregar e cair no abismo, estatelar-se no fundo. Quando finalmente, alcançamos à extremidade e saltamos aliviados para fora, aspirando a liberdade, é que verdadeiramente estamos mortos.
O inculto passa pelo palco da vida como um figurante.
O Cordel é um estilo de vida.
Escrevo o que há dentro de mim. Nunca suei pela gramática. Sempre amei a literatura; do meu jeito, claro! Jeito rebelde, negligente, eterno adolescente... Leio para excitar a alma e escrevo para atingir o clímax. Não tenho ou não penso em demasiadas pretensões literárias. Não sonho com o impossível.
Sei que existe um Criador, mas os deuses, nós criamos.
Há momentos em que o meu espírito vibra intensificando a vida, e neutraliza o tédio da existência; é quando me dou conta: Que bela e infinita poesia é a essência da vida! E dessa divina poesia, nós somos os versos que devem ser aprimorados pelas efluências da alma, para que a poesia se torne perfeita; perfeita para ser eterna. 
A alma é uma escrava do corpo físico, mas a poesia e a literatura são as suas asas.
A alma é receptora e produtora de informações que devem ser exteriorizadas através da sua linguagem: a literatura.
A angústia é a frustração da alma por não conseguir exteriorizar os seus anseios.
Um poeta que não exerce a prática do seu talento morre cedo e infeliz.
A vibração do espírito neutraliza o tédio da existência.
Às vezes, fico fascinado com toda essa mecânica filosófica, teológica, cosmológica, essa complexidade de encontros e desencontros, do enredo que determina o destino de cada ser humano, personagem da grande peça no teatro da vida. Quando a gente mergulha em meditações, os grilhões dos parâmetros do tempo são partidos, e o portal da eternidade se abre. O passado se mistura com o presente e projeta o futuro.
Quando a alma transpira, o poeta inspira.
Os jovens sentem, os velhos percebem.
Ser sábio é compreender a arte de ser tudo e nada, ao mesmo tempo.
Se você não amar, jamais sofrerá, mas também, jamais sentirá o gosto da felicidade.
Tenho muita certeza das incertezas.
Se eu escrever algo já escrito por outro, é erro.Sou humano! Há tanta coisa escrita que eu penso que tudo já foi escrito.
Eu tinha certeza de tudo na adolescência, depois vieram as dúvidas e agora tenho certeza que não sei de nada.

Minha lista de blogs preferidos